08 out 13

O Casamento de Emily Schuman

Casamento

Vocês já devem estar cansadas de saber o tanto que adoro a Emily Schuman!

Para quem não sabe, sou mega fã dela e do trabalho que ela faz super bem à frente do blog Cupcakes and Cashmere.

Acho que por termos uma ideia central meio parecida em termos de blog, gosto ainda mais!

 

Então, outro dia estava revendo as fotos do casamento dela e reparei que ainda não havia postado por aqui!

Não é tãaao recente, já que foi ano passado, mas é tãao lindo que vocês merecem ver e ler um pouco das coisas lindas que ela escreveu por lá!

 

“Nosso casamento foi o melhor dia da minha vida!”. Pensem só, ela começou um post já falando essa declaração linda! Afinal, é isso que todas nós sonhamos, não?! 

O local escolhido não foi fácil, como ela mesma admite, mas foi na cidade que ela cresceu, no meio de bastante verde que encontraram!

Assim, o casamento poderia ser intimista (foram 82 convidados no total!), conciso (sem demorar muito) e centrado na ideia do amor. Tanto que o coração central para cerimônia foi demais:

O vestido deveria seguir o mesmo clima vintage. Entre os requisitos, Emily queria que fosse confortável (para poder comer, dançar e respirar hehe) e ao mesmo tempo que fizesse ela se sentir linda! O resultado, foi esse by Claire Pettibone:

Linda as costas do vestido!

Para buscar referências, nada de revista! Tudo pelo Pinterest! E olha como deu certo:

Parte da decoração e lencinhos para os convidados!

A escolha do sabor do bolo foi a melhor parte de tudo, como ela mesma diz! Mas, como estava muito difícil escolher um só, foram escolhidos três bolos pequenos: vanilla, chocolate e red velvet:

Peônias na decoração do bolo, combinando com o buquê!

Para quem pensa ser impossível ficar calma no dia do casamento, ela jura que ficou! O momento de arrumação foi na casa dos pais com as amigas mais próximas, tomando champagne e ouvindo música:

Ah, os sapatos (lindos!) são Salvatore Ferragamo!

A parte mais fofa: “…I took my dad’s arm. I immediately felt calm and secure – just as he had made me feel my entire life. I whispered, “I love you” and he said it back, in a slightly shaky voice.”. 

Algo como: “…Eu peguei no braço do meu pai. Instantaneamente me senti mais calma e segura – como ele me fez sentir a minha vida toda. Eu sussurei “Te amo” e ele disse de volta com uma voz levemente trêmula”. Fofooo!!!

Ah, mais uma curiosidade: eles optaram por não ter madrinhas e padrinhos, já que todos os amigos e amigas eram muito especiais. Então, preferiram não ter que escolher alguns poucos.

 

Para quem quiser ler como ela mesma escreveu tudo no blog, é só clicar aqui, aquiaqui e aqui.

 

Fotos: Reprodução.

Ju Ramos
Comente pelo Facebook
0 Comentários
Deixe seu Comentário
*Não será divulgado